Saudades da minha infância,
tempo perdido, tempo passado.
Sem nenhuma preocupação,
sem nenhuma cruzada tola.

Saudades da minha inocência,
ponto de resistência.
Para que aprender tanta coisa?
Minha criança ri de mim.

Queria ser criança de novo,
esquecer tudo que aprendi.
Cometer novos erros,
mais erros do que cometi.

Voltar ao ventre materno.
Porque me deixaram sair?
Porque a natureza é assim,
tão pouco tempo para nós?

Queria ter um dia feliz,
despreocupado como criança.
Como já tive a muito tempo,
já se perderam da lembrança.

Para existir algo planejado,
motivo que me trouxesse aqui.
Ilusão sem sentido definido,
sentido sem qualquer sentido.

A saudade que tenho da infância,
é a mesma que ela tem de mim…

Anúncios